quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

TIMOR - ATENTADOS COM LÓGICA DE TOMADA DO PODER


Alguém aproveitou o descontentamento do povo timorense, acreditando que o assassinato dos seus legítimos representantes, permitiria realizar um golpe de estado que seria apoiado mais tarde pelo próprio povo e por algumas forças no terreno.
Apesar dos interesses em jogo, nomeadamente, australianos, americanos e europeus, algo correu mal ao criminoso que liderava a rebelião.
Importa ainda referir que os líderes timorenses se divorciaram há muito do seu povo, nada fazendo para retirá-lo da miséria... Além disso, Timor é um estado sem autoridade, incapaz de prosseguir o seu destino sem as forças estrangeiras...

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails